7 fatos sobre o lúpulo

O queridinho dos mestres cervejeiros, o lúpulo é fundamental e o grande charme da bebida, veja alguns motivos:

1 – Aroma e Sabor

Para começarmos a entender melhor sobre o lúpulo, já podemos dizer que, para muitos, ele é praticamente o “tempero” da cerveja. Isso porque ele é o grande responsável pelo aroma e sabor da bebida.


2 – Amargor

Mesmo quando utilizado em pequenas quantidades, é ele quem dá o amargor à cerveja. Isso por que ele é rico em óleos essenciais e substâncias amargas. Assim, seu uso depende do aroma desejado e do quão amarga a bebida será.


3 – Óleos essenciais

Em dois momentos da produção da cerveja os óleos essenciais ganham destaque: no início e no final da fervura.


No início é quando ocorre a isomerização do lúpulo, fazendo com que compostos alfa-ácidos, menos solúveis, se transformem em compostos alfa-iso-ácidos, que são mais solúveis e responsáveis por conferir o amargor da cerveja.


Já no final da fervura é quando os óleos essenciais do lúpulo são extraídos e, posteriormente, também armazenados. Eles são os grandes responsáveis pelos variados aromas da bebida.


4 – Alfa-ácidos

Como dissemos acima, os alfa-ácidos são isomerizados para formar alfa-iso-ácidos, por meio da fervura. O grau de isomerização e o amargor produzido pela adição de lúpulo é diretamente proporcional ao período de tempo em que ele é fervido. Tempos mais longos de fervura irão resultar em maior isomerização de alfa-ácidos, ou seja, irão gerar maior amargor na cerveja.


O percentual encontrado em cada tipo de lúpulo varia de acordo com as condições de crescimento da planta, métodos de secagem, tempo de crescimento e colheita da planta, entre outros fatores. Cada tipo de lúpulo tem uma quantidade diferente de ácidos alfa.


5 – Polifenóis

Os polifenóis extraídos do lúpulo, por sua vez, são que influenciam fortemente o corpo, ou seja, a textura e o paladar da bebida. Eles possuem efeito bacteriostático e antisséptico, o que confere à cerveja um aumento no tempo em que podem ser armazenadas antes do consumo (principal motivo pelo qual podem passar dias e dias nas prateleiras dos supermercados antes da venda).


6 – Gosta de frio

O lúpulo é uma planta que faz parte da família Cananbinaceae e do gênero cannabis. O seu nome científico é Humulus Lupulus. No Brasil, a planta não é produzida em grandes quantidades, já que sua plantação é mais favorável em locais com épocas de intenso inverno.


7 – Qualidade da espuma

O lúpulo também é auxiliar nos processos de estabilidade coloidal e microbiológica da bebida. Assim até mesmo a própria qualidade da espuma varia com base na quantidade de lúpulo utilizada em sua produção.

© 2018 Eureka Insumos Cervejeiros

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon