Afinal, o que o Nelson Sauvin tem de especial?

Atualizado: 12 de Nov de 2018

Se levarmos em conta apenas a sua idade, os lúpulos Nelson Sauvin, da Nova Zelândia, não estariam nem perto de alcançar a fama. Essa variedade surgiu só no ano 2000, desenvolvida pelo New Zealand Institute for Plant and Food Research para o programa de criação de lúpulo, a partir da variedade indigêna Smoothcone.



Mas a fama veio por conta de suas características únicas. E, famoso que é hoje, ele também esquenta a discussão: De um lado, os cervejeiros que o adoram, de outro, os que o odeiam. Mas uma coisa é certa: ele é capaz de produzir uma ampla gama de sabores e aromas impressionantes.


Há uma forte semelhança com o vinho branco em seu perfil de sabor – na Nova Zelândia, Sauvin é uma abreviação para Sauvignon Blanc, uma uva de vinificação. Além disso, ele possui notas que vão de frutadas e tropicais de lichia e manga a groselhas frescas esmagadas e com toque picante.


Claro que essa ampla variedade de sabores pode se

tornar uma dificuldade para que o mestre cervejeiro consiga harmonizá-lo bem, mas também permite diferentes acentos de acordo com o estilo. Dependendo do que o cervejeiro pretende, o Nelson Sauvin pode criar uma cerveja aromática poderosa, dando espaço para que os aromas tropicais se destaquem, ou proporcionar uma bebida levemente amarga, expressando notas mais picantes.


Um pouco do charme do Nelson pode ser atribuído à geografia particular da região em que cresce. A Nova Zelândia é uma ilha isolada em um clima temperado, com um solo bastante fértil, além de uma necessidade mínima de pesticidas. Tudo isso faz com que o lúpulo creça de forma saudável.


Extremante versátil e poderoso, o Nelson Sauvin é uma das grandes estrelas do momento para os amantes de lúpulo. Na Eureka você encontra essa variedade com a máxima qualidade, fale com um de nossos representantes ou compre online em nossa loja!


© 2020 Eureka Insumos Cervejeiros

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon